25.9.08

E como num ritual, hoje abrirei aquele vinho do Porto que eu comprei pensando em você.Tentarei não chorar, pois não era do seu feitio.Acho que usarei aquele chapéu de palha e o rayban, que acabaram ficando comigo, numa tentativa inútil de materializar a sua presença.E não me esquecerei da música, do chico, tom e vinicíus e um bom gardel para fechar a noite.durma bem.

2 comentários:

Patrícia Del Rey disse...

Lindo!

DonaDolores disse...

Me impressiona sua força flor.Te amo.